Dica de Literatura – Texto de Shakespeare remete à teoria heliocêntrica de Copérnico. Caiu no Enem.

paraestudar
 
A questão apresenta um trecho extraído da peça “Tróilo e Créssida” de William Shakespeare, escrita, provavelmente, em 1601.
 
“Os próprios céus, os planetas, e este centro reconhecem graus, prioridade, classe, constância, marcha, distância, estação, forma, função e regularidade, sempre iguais; eis porque o glorioso astro Sol está em nobre eminência entronizado e centralizado no meio dos outros, e o seu olhar benfazejo corrige os maus aspectos dos planetas malfazejos, e, qual rei que comanda, ordena sem entraves aos bons e aos maus.”
(personagem Ulysses, Ato I, cena III).
 
(SHAKESPEARE, W. Tróilo e Créssida: Porto: Lello & Irmão, 1948).
 
A descrição feita pelo dramaturgo renascentista inglês se aproxima da teoria heliocêntrica do polonês Nicolau Copérnico. De maneira poética, o texto descreve o Sistema Solar, afirmando estar o sol “centralizado no meio dos outros astros”. A questão requer conhecimento da teoria heliocêntrica (hélios = sol em grego) que pode ser resumida na seguinte ideia: o Sol é o centro do Universo.
Esta entrada foi publicada em Para Estudar e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *