Evolução das taxas de fecundidade no Brasil. Caiu no Enem.

paraestudar
 
A questão apresenta uma tabela (IBGE) sobre as taxas de fecundidade no Brasil, indicando o número de filhos: século XIX = 7; 1960 = 6,2; 1980 = 4,01; 1991 = 2,9; 1996 = 2,32. Portanto, a tabela indica a queda progressiva de filhos por mulher no Brasil (de 7 para 2,32). Dentre as alternativas apresentadas na questão, a que melhor explica essa tendência é: “maior esclarecimento da população e maior participação feminina no mercado de trabalho”. A taxa de fecundidade é uma estimativa do número de filhos que uma mulher tem ao longo da vida. Seguindo uma tendência mundial, sobretudo dos países urbanizados, a taxa de fecundidade no Brasil está em constante declínio. Ainda segundo dados do IBGE, a taxa de fecundidade em 2000 já era de 2,4 filhos; em 2006, de 2 filhos. Em 2010 o índice baixou para 1,9 filhos por mulher. Já em 2013, chegou a 1,77. Além de aumentar o número de casais sem filhos.
Esta entrada foi publicada em Para Estudar e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *